4 Estratégias para Reduzir Custos de Software de Engenharia

Saiba mais

Para muitas empresas, as aplicações de software de engenharia são alguns dos ativos de TI mais caros em seu portfólio.

E à medida que a organização cresce, administrar estes ativos de software e evitar custos desnecessários de software de engenharia pode se tornar muito difícil.

As empresas precisarão tomar medidas pró-ativas para obter controle de seus gastos com software de engenharia.

Aqui estão quatro estratégias eficazes que podem ajudar a reduzir os custos de seus ativos de software de engenharia:

1. Gerenciar licenças de software

Reduzir ao mínimo o número de diferentes licenças de software que satisfazem funções idênticas. Há um número de fornecedores que oferecem mais ou menos as mesmas coisas.

Entretanto, as empresas podem se beneficiar de atraentes descontos por volume se reduzirem o grande número de fornecedores a apenas um fornecedor.

Outra preocupação é a carga de trabalho para suporte interno crescendo incrementalmente com o número de versões de software em execução na empresa.

As várias versões têm requisitos diferentes ao atualizar o sistema operacional, cada uma das quais precisará de suporte individual. É muito mais fácil se apenas uma versão do software for instalada.

Por fim, o acompanhamento de todas as aplicações de software instaladas no sistema ajudará a identificar as aplicações que apresentam um risco de segurança significativo. Estas incluem jogos, aplicações com capacidade de acesso à Internet, aplicações de rede ou ferramentas de cracker.

2. Obter um poderoso e automatizado sistema de gerenciamento de software de engenharia

Esta ferramenta deve permitir o controle e gerenciamento eficaz dos recursos de software, descobrindo e suspendendo automaticamente as aplicações que não estão em uso ativo, e colhendo e redistribuindo as licenças ociosas para outros usuários.

Também deve ter um sistema de monitoramento dos níveis de atividade de qualquer aplicação específica e permitir que os usuários criem relatórios para análise do uso do software.

Ao compreender o verdadeiro uso de aplicativos de software de engenharia caros, as empresas podem maximizar esses ativos e reduzir a incerteza do gerenciamento manual de licenças.

As empresas podem então decidir reduzir o número de licenças para aplicações com um número excessivo de licenças disponíveis e redistribuir o orçamento para outras aplicações com poucas licenças disponíveis ou para novos softwares.


O iT® LicenseOptimizer™ suspende automaticamente as aplicações ociosas com base em parâmetros configuráveis e
colhe licenças de volta ao pool. Isto permite que as empresas maximizem o uso de suas caras licenças de software
certificando-se de que cada licença verificada esteja sendo usada ativamente.

3. Preparar notificações sobre datas de renovação ou recompra

A agenda de um gerente de TI pode ser bastante agitada. Lembrar quando cada software precisa ser renovado ou recomprado é quase impossível, o que significa que algumas renovações podem ser atrasadas ou negligenciadas.

É importante ter uma ferramenta de gerenciamento de software de engenharia que permita aos usuários configurar notificações automáticas dessas datas.

Não só os gerentes de TI seriam avisados com antecedência para que pudessem se preparar melhor, mas também lhes seriam fornecidas as informações necessárias para tomar as melhores decisões de compra. Como resultado, eles podem gastar mais tempo na preparação para uma melhor posição de negociação com o fornecedor de software, o que poderia reduzir drasticamente os custos.

4. Atingir uma melhor posição de negociação

Após obter os relatórios precisos necessários, as organizações podem agora tirar vantagem das renovações de contratos, solicitar incentivos adicionais ou revisitar os contratos que cobram uma taxa fixa da empresa e ver se o fornecedor pode cobrar com base no uso real.

O uso de software de medição em toda a empresa não só ajudará na negociação de contratos de licença pay-per-use, mas também permitirá que as empresas reduzam os custos de software cortando licenças excedentes, utilizando o compartilhamento de licenças através de fusos horários, fornecendo documentação de terceiros para conformidade de licenças de software e planejando com precisão o orçamento para compras futuras de licenças.

Primeiro, ter um ideal prático definido e claro; uma meta, um objetivo. Segundo, ter os meios necessários para atingir seus fins; sabedoria, dinheiro, materiais e métodos. Terceiro, ajustar todos os seus meios para esse fim. - Aristóteles

Soluções de gerenciamento de software de engenharia podem ajudar imensamente as empresas a obter controle financeiro e reduzir custos de software, coletando automaticamente dados de uso e oferecendo uma grande variedade de ferramentas analíticas de dados que oferecem insights sobre o uso real do software.

Compreender o verdadeiro uso do software é o primeiro passo para a otimização e evita gastos excessivos com software desnecessário. Em geral, as ferramentas de gerenciamento de software de engenharia oferecem às empresas os benefícios de uma solução proativa contínua para seu software de engenharia, o que resulta em economia de tempo, recursos e, em última análise, custos.

Saiba mais sobre como a medição e análise do uso de software pode ajudá-lo a maximizar seus ativos de software de engenharia e reduzir custos.

Aqui estão algumas das melhores práticas para obter controle financeiro e reduzir custos de software através do planejamento efetivo de orçamentos futuros, a fim de evitar custos inesperados.

Deixe-nos guiá-lo em sua jornada de gestão e otimização do software de engenharia.

X